sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Raniere Barboza prepara retaliação contra Carlos Eduardo, caso retorne ao cargo

Resultado de imagem para raniere barbosa e carlos eduardo alves

O vereador afastado Raniere Barboza(PDT) trabalha nos bastidores seu retorno à presidência da Câmara Municipal de Natal. 

Para isso, o vereador Cícero Martins (PTB) aliado de Raniere,  apresentou requerimento que poderá beneficiar o parlamentar afastado, onde seu retomo dependa  da decisão do próprio Legislativo.

O pedido foi lido em plenário e será apreciado na próxima sessão ordinária, na terça-feira (24).

Caso retorne ao cargo, aliados de Raniere já defendem a abertura de impeachment do prefeito.

É aguardar!

Mais da metade da bancada federal potiguar tem reeleição ameaçada em 2018

Resultado de imagem para bancada federal do rn
No pleito de 2018, o quociente eleitoral para a Câmara Federal, será em torno de 210 mil votos, o que é quase impossível um partido no RN, obter esse número, com o atual quadro político, onde cada  deputado é filiado a uma legenda política diferente.
Os deputados Antonio Jácome (PODEMOS), Beto Rosado (PP), Rafael Motta(PSB), Felipe Maia(DEM) e Fábio Faria(PSD),  são os maias ameaçados pelo  quociente eleitoral no pleito do próximo ano.

Waltér Alves(PMDB) e Rogério Marinho(PSDB) devem manter coligações fortalecendo seus projetos de reeleição.

A deputada Zenaide Maia(PR) que tem seu nome como pré-candidata ao senado, deverá não concorrer à reeleição e tem como certo o retorno  de seu irmão, o ex-deputado João Maia(PR).

Confira a votação de cada um deputado eleito em 2014;

Walter Alves (PMDB) - 191.064 votos
Rafael Motta (PROS) - 176.239 votos
Fábio Faria (PSD) - 166.427 votos
Zenaide Maia (PR) - 134.588 votos
Felipe Maia (DEM) - 113.722 votos
Rogério Marinho (PSDB) - 81.534 votos
Antônio Jácome (PMN) - 71.555 votos
Beto Rosado (PP) - 64.445 votos.

Ficaram como suplentes: Abraão Lincoln (PRB), Sandra Rosado (PSB), Sávio Hackradt (PDT) e Fafá Rosado (PMDB), pela coligação "União pela Mudança", e Adriano Gadelha (PT) e Hugo Manso (PT), pela coligação "Liderados pelo Povo".

Nas eleições 2014 a Câmara Federal recebeu seis novos deputados: Walter Alves (PMDB) único a alcançar o quoeficiente eleitoral, Rafael Motta (PSB),  Zenaide Maia (PR), Rogério Marinho (PSDB), Antônio Jácome (PMN) e Betinho Rosado Segundo (PP).

Não se reelegeram: Henrique Alves (PMDB), candidato a governador do Rio Grande do Norte; João Maia (PR), candidato a vice-governador na chapa de Henrique Alves; Sandra Rosado (PSB), que ficou na segunda suplência; Fátima Bezerra (PT), eleita senadora do Rio Grande do Norte; Betinho Rosado (PP), que não se candidatou; e Paulo Wagner (PV).


Concurso da Emater sai nos próximos meses, garante secretário


Imagem relacionada


O secretário de Estado da Administração e Recursos Humanos (Searh), Cristiano Feitosa, informou nesta quinta-feira(19) que aguarda trâmites burocráticos, mas que a expectativa é de realizar o concurso da Emater nos próximos meses, abrindo todo o processo legal.

Defesa de Henrique usa vídeos para tentar anular delação de Fred Queiroz


Uma série de vídeos postados nas redes sociais pela mulher de um colaborador da Justiça está sendo usada como argumento para um pedido de anulação de uma delação premiada. As gravações foram feitas por Érika Nesi, mulher do empresário Fred Queiroz, ex-assessor do peemedebista Henrique Eduardo Alves (RN), que contou aos investigadores da Operação Lava Jato ter buscado malas de dinheiro para o ex-ministro.

Ao se defender de críticas que o casal estava sofrendo por ter “traído” Henrique Alves, Érika Nesi relatou que o marido foi pressionado a fazer uma delação para que ela e a filha não fossem presas. “Junta aí sua família, tá todo mundo preso, prende todo mundo, aí você chega lá na frente do juiz, aí o juiz… aí vamos assim… aí vocês sabem: ‘se você não vai contar a verdade, a sua família vai ficar presa, o que que você vai fazer?’”, afirma Érika em um dos trechos, em referência aos investigadores. Em outro, ela diz: “Porque falar é muito bom, mas você quando diz: ‘Ah, se não falar isso, a sua filha, seu filho e sua mulher vai (sic) ficar presa’, eu quero ver o que você vai dizer”. Confira os trechos dos vídeos abaixo:

Com base nessas declarações, a defesa de Henrique Alves protocolou um pedido de anulação do acordo de delação de Fred Queiroz junto à 14ª Vara Federal do Rio Grande do Norte, onde corre o caso. Argumenta que um dos requisitos para a colaboração, o fato de ser espontânea e voluntária, não estava presente. “Os vídeos de Érika Nesi fazem prova absoluta de que a delação de Fred Queiroz foi obtida mediante coação psicológica, já que esta afirma com todas as letras que sua família não tinha outra opção, senão a delação. O mais incrível em tudo isso, no entanto, é que a pressão utilizada contra a família de Érika e Fred era absolutamente injusta, já que nenhum deles praticou crime algum”, diz a petição do advogado Marcelo Leal.

As acusações contra Henrique, porém, ainda se sustentam em diversas outras provas e delações, como uma conta bancária aberta na Suíça da qual ele era o beneficiário final e relatos do corretor de valores Lúcio Funaro de que levou dinheiro para o peemedebista. A defesa nega as acusações.

Procurada para comentar, a Procuradoria da República do Rio Grande do Norte declarou que “o interesse na colaboração partiu do investigado, sendo que todos os procedimentos foram devidamente acompanhados pelo seu advogado. Além do mais, claramente os vídeos refletem divergências pessoais entre os envolvidos”.


De Época

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

CPI vai apurar interferência de prefeito em demissões de funcionários na Maternidade de Apodi


Em apenas 10 meses de mandato, o jovem prefeito de Apodi, Alan Silveira (PMDB), já vai ser investigdo por uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). Vereadores de oposição se articularam e conseguiram assinaturas suficientes para investigar o chefe do Executivo municipal.

O foco é a demissão de pelo menos nove funcionários da maternidade filantrópica APAMIM, no início do mandato do prefeito, em janeiro deste ano. Segundo a oposição, a demissão teria sido motivada por cunho político. Os demitidos teriam ligações com o ex-prefeito Flaviano Monteiro (PC do B).

“Estou com a consciência limpa. Não tenho medo, pois sei o que fiz e, principalmente, o que não fiz”, afirmou Alan Silveira, ao negar as acusações da oposição, em nota divulgada nesta quinta-feira (19).

A CPI foi requerida pelo líder da oposição, Chico de Marinete (PCdoB).

Bancada federal define emendas ao Orçamento de 2018


A bancada parlamentar federal do RN definiu nesta quarta e quinta-feira, dias 18 e 19, a destinação das emendas coletivas para o Orçamento da Geral da União de 2018. Durante a reunião em Brasília, cada parlamentar apresentou uma sugestão e duas emendas foram definidas consensualmente.

Durante a reunião, a bancada optou que as emendas impositivas serão destinadas para o viaduto da Avenida Maria Lacerda (em Parnamirim) e a Barragem de Oiticica (Jucurutu).

Veja abaixo a lista detalhada de indicações dos parlamentares:

Senadores
José Agripino: Construção da Barragem de Oiticica;
Garibaldi Alves Filho: Estruturação de Unidades de Atenção Especializada em Saúde- Universidade Federal do Semi-Árido (Ufersa) – Mossoró/RN;
Fátima Bezerra: Apoio à Modernização das instituições de segurança pública do estado do Rio grande do Norte;

Deputados

Felipe Maia: Adequação das instalações gerais e de Suprimentos do Terminal Salineiro de Areia Branca/RN;
Zenaide Maia: Construção de Anel Rodoviário – na BR-101 (Trecho localizado na BR 101 na divisa de Natal (Zona Norte) com São Gonçalo do Amarante/RN;
Rogério Marinho: Reestruturação e expansão de instituições Federais de Ensino Superior – Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN);
Antônio Jácome: Construção de Viaduto Rodoviário nos municípios de Natal e Parnamirim – Na BR 101/RN – viaduto da Maria Lacerda;
Walter Alves: Fortalecimento das Instituições de Segurança Pública;
Rafael Motta: Apoio à Manutenção da Saúde no Estado do Rio Grande do Norte;
Fábio Faria: Reforma, ampliação e aquisição de equipamentos hospitalares para o Hospital Walfredo Gurgel e Giselda Trigueiro e Hospitais Regionais de Assu/ Caicó/ Mossoró;
Beto Rosado: Integração do Rio São Francisco com as Bacias dos Rios Jaguaribe, Piranhas/Açu e Apodi (Eixo Norte) – Implantação do Ramal Apodi;

Emendas de consenso:
- Apoio a Política Nacional de Desenvolvimento Urbano no município de Natal/RN;
- Reestruturação e Expansão das Instituições Federais de Ensino Superior no município de Caicó/RN

Emendas de indicação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte:
- Obras de saneamento básico;
- Implantação de rodovias.

Mineiro cobra explicações do Governo

Resultado de imagem para deputado fernando mineiro

O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) apresentou na sessão desta quinta-feira (19), na Assembleia Legislativa, requerimento encaminhado ao Governo do Estado sobre renúncia fiscal concedida a empresas desde 2007 até 2017. O requerimento foi destinado aos secretários de Planejamento e Finanças, Gustavo Nogueira, e de Tributação, André Horta.

“Quero saber o que a renúncia de décadas tem contribuído para nosso desenvolvimento”, justificou Mineiro, afirmando que precisa de dados sobre os benefícios para que a Assembleia Legislativa possa se posicionar sobre o assunto. O parlamentar lembrou que na sessão da quarta-feira (18) o deputado Nelter Queiroz solicitou ao Governo do Estado, isenção fiscal para o setor ceramista que está em crise e demitindo trabalhadores. “É um setor que está contemplado?”, questionou Mineiro, justificando que a isenção deve ser concedida a setores estratégicos, e, principalmente a pequenos e micro empresários.

O deputado Fernando Mineiro também encaminhou requerimento à Comissão de Finanças e Fiscalização da Casa, sugerindo que o coordenador do programa Governo Cidadão, antigo RN Sustentável, Vagner Araújo seja convocado para explicar sobre os recursos existentes e a execução orçamentária. “Como está o desempenho desses recursos? A execução desses recursos?”, ressaltou Mineiro, que também registrou a presença na Casa de optometristas que questionam lei aprovada pela Assembleia e que teve os votos contrários dele e do deputado Jacó Jácome. “É errado votar pelo monopólio do trabalho para categorias médicas”, concluiu Mineiro.

Mossoró: 72% da população desaprova Governo Robinson

Resultado de imagem para robinson faria rejeitado

Pesquisa realizada pelo Instituto GAMA,  mostra a rejeição da população mossoroense à gestão do Governo Robinson Faria (PSD).

 Na segunda maior cidade do RN, 72% da população desaprova Robinson.

A pesquisa ouviu 401 eleitores de Mossoró entre os dias 03 e 05 de outubro.

AVALIAÇÃO DO GOVERNO ROBINSON FARIA EM MOSSORÓ:

Desaprova – 72%

Aprova – 22%

Não Sabe/Não respondeu – 6%


Rafael Motta assume vice-liderança do PSB na Câmara


O deputado Federal Rafael Motta assumiu a vice-liderança do PSB na Câmara dos Deputados na quarta-feira (18).

Para o parlamentar potiguar, assumir a vice-liderança da legenda na Câmara reforça ainda mais o compromisso de lutar pelas pautas defendidas pelo PSB no Congresso. “Vamos trabalhar sempre em favor do Brasil e do Rio Grande do Norte”, afirmou.

O vice-líder tem mais prerrogativas regimentais nos trabalhos da Câmara. Dentre outras funções, pode participar dos trabalhos de qualquer Comissão de que não seja membro podendo encaminhar a votação ou requerer verificação desta.

Walter Alves destina R$ 55 milhões para Segurança Pública

Resultado de imagem para deputado walter alves

O deputado federal Walter Alves (PMDB) definiu hoje (18) a destinação de emenda do orçamento geral da União, de bancada, no valor de R$ 55 milhões, para o combate à violência no Rio Grande do Norte.
O valor será destinado à secretaria de Segurança Pública do Estado.

“Os números da escalada da violência são assustadores. Somos um dos estados mais violentos do país. A população está com medo e é preciso de investimentos no setor”, explica o parlamentar.

A proposta do deputado Walter é a de que a maior parte do montante – R$ 35 milhões – seja aplicada na aquisição de material (coletes balísticos, viaturas, armas, munições, entre outros), e o restante – R$ 20 milhões – fique disponível para reforma das unidades de segurança (presídios, delegacias e outros prédios).

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Robinson "Micarlou"...

Resultado de imagem para robinson micarla

A julgar pela rejeição apontada na Pesquisa Certus/98 FM, o atual governador “Micarlou”, termo usado em alusão à ex-prefeita Micarla de Souza, cuja impopularidade encerrou sua carreira política.

O governador, apoiador de Micarla em 2008, é reprovado por 81% dos natalenses e alcança irrisórios 3,14% na pesquisa estimulada. É um índice que desmonta a estratégia de comunicação criada pelo seu exército de marketing formal e informal. Se bem que marqueteiro ou blogueiro amigo não faz milagre. Em milharal nenhum.